Dia 42 - Zambujeira do Mar, Almograve, Odeceixe, Cabo de São Vicente e Sagres

Chegou a hora de conhecermos as famosas praias da região sul de Portugal, o Algarve. Pra onde "toda a gente" se dirige nessa época do ano e da qual já tínhamos visto fotos incríveis. A gente tava enrolando um pouquinho pra ver se diminuía a quantidade de gente por lá e o calor. Além disso, como a maioria sabe, eu não sou fã de praias. Acho lindo e adoro ficar olhando o mar, mas passar o dia inteiro salgada com os pezinhos na areia não é bem a minha, então eu preciso de condições favoráveis. Não adiantou esperar. De qualquer forma, foi tanta beleza que eu consegui só curtir, sem reclamar. Prometo!

Quando o povo vai pra praia aqui eles sempre prestam atenção em 2 coisas pra ver se o tempo vai estar perfeito: temperatura e quantidade de vento. Isso porque se não estiver bem quente é impossível entrar na água, que é sempre gelada (eles dizem que é um pouco melhor no sul, mas eu não consegui perceber a diferença) e o vento, além de deixar todo mundo com mais frio, só atrapalha tudo porque fica jogando areia nas pessoas.

Sabendo das "boas condições", me besuntei de protetor solar, encontramos a Patrícia na locadora e seguimos viagem pela costa. Paramos na ponte sobre o Rio Mira (Rafa, você tem que vir conhecer seu rio!) e tiramos algumas fotos dessa praia formada na foz do rio: Vila Nova de Milfontes. Apesar do rio estar um pouco seco, a paisagem continuava muito bonita.

Paramos em Zambujeira do Mar, ainda na região do Alentejo. A praia é lindíssima. A faixa de areia fica entre falésias e água, que é de um azul lindo, o que mais tarde veríamos ser uma característica de quase todas as praias. Em alguns pontos as pedras formam piscininhas de água salgada. Já estávamos morrendo de fome e resolvemos almoçar. Escolhemos o restaurante pelo cheiro bom que vinha de lá. Eu e Patrícia dividimos um arroz de camarão (teoricamente seria para 2 pessoas, mas dava pra umas 4 comerem) e o Leandro foi de bacalhau à braz. Tudo uma delícia.

Continuando nossa rota, paramos na praia de Almograve (esta com menos pedras e uma faixa de areia bem maior) e depois em Odeceixe. Esta última fica na divisa entre o Alentejo e o Algarve e é de um lado uma praia de oceano e de outro lado praia de rio. O mar é bem agitado e procurado por surfistas. Nesse dia o rio estava bem seco e a praia não estava tão bonita como tínhamos visto em algumas fotos.

Seguimos para o Cabo de São Vicente, da onde queríamos ver o pôr do sol. Só mais umas 500 pessoas tiveram a mesma ideia que a gente. O que não impediu a gente de presenciar e fotografar esse momento maravilhoso do sol mergulhando na água e ficando rosinha no meio das nuvens.

Fomos até a cidade de Sagres para jantarmos antes de irmos pro hotel. Comemos pizza no D'Italia, que estavam muito boas, principalmente a do Leandro, de alcachofra e cogumelo. Nos arrastamos até o Hotel Salema, onde tínhamos feito reserva. O fizemos porque a região fica lotada no verão e ficamos com medo de procurar um lugar na hora, como geralmente fazemos. Sobre o hotel, o preço foi razoável, mas se você tiver outra opção, eu não recomendo.