Sobre Lisboa, com amor

Eu poderia citar inúmeros motivos pra você incluir Lisboa na sua viagem de lua-de-mel, mas o principal deles é que essa cidade desperta sorrisos em quem passa por ela. E como, nessa fase pós-casamento, já há uma tendência forte, por parte dos apaixonados, de sorrir, acredito que Lisboa somada a você e seu amor seja uma combinação perfeita. Abaixo algumas dicas pra você tirar o melhor desse lugar.

{Acorde tarde} Diferente de outras capitais europeias, Lisboa permite que acordemos mais tarde e possamos curtir cada dia com tranquilidade. A cidade é pequena e notívaga. No verão, andar pelas ruas às 10 da manhã pode te dar a impressão de que são ainda 7. E tem coisa melhor do que não se preocupar com a hora depois de toda a correria no pré-casório e cansaço de uma festa bem aproveitada? Quanto ao almoço, de qualquer forma, é bom tomar cuidado: os restaurantes, em geral, fecham às 15hs.

{Hospede-se na zona central} O centro de Lisboa é chamado de Baixa, que é o bairro que fica bem à beira do Rio Tejo e onde aconteceram fatos históricos importantes. De um lado da Baixa está o Chiado e do outro a Alfama. Na outra extremidade, de frente pro Tejo, está a Avenida da Liberdade. Todos esse lugares te garantem uma boa hospedagem já que a maioria dos pontos turísticos imperdíveis estão mesmo nessa região. Uma opção, com a vantagem de te fazer sentir o gostinho de como seria morar na cidade, é alugar um apartamento através do site Airbnb.

{Ande} A pé, pra descobrir becos singulares; de bonde, pra ver a cidade através de janelinhas charmosas; ou de elevador, pra subir as ladeiras mais íngremes. Não se preocupe em pular de um ponto turístico a outro, mas em desvendar, de mãos dadas, essas ruas de paralelepípedos e pedras portuguesas, com casas forradas de azulejos. Ande pela Rua Augusta, fotografe o Arco Triunfal, atravesse a Praça do Comércio, se perca ouvindo fado pela Alfama, passeie pelo Chiado, alugue uma bicicleta no Parque das Nações, caminhe por Belém e aproveite cada um desses passos.

{Olhe pra cima} A arquitetura tão rica em detalhes é característica marcante de todo o país. Em Lisboa você vai poder apreciar a arquitetura manuelina do Mosteiro dos Jerônimos e o estilo pombalino das construções da Baixa. Bem como o céu azul onipresente em boa parte do ano, especialmente emoldurado pelas ruínas do Mosteiro do Carmo. E suba, pra poder conferir, por exemplo, as vistas do Castelo de São Jorge, do Elevador de Santa Justa e da Torre de Belém.

{Delicie-se} A cozinha portuguesa, como a maioria de nós, brasileiros, conhecemos, é simples, mas extremamente apetitosa. Você pode encontrar verdadeiros tesouros gastronômicos em lugares mínimos, como a Adega dos Lombinhos ou em restaurantes com lindas decorações como o Sacramento. Pode-se comer na calçada, como no Pateo 13 ou no terraço, como no Terraço BA. Se quiser, belisque enlatados no Sol e Pesca ou experimente diversos pratos no menu degustação do 100 maneiras. Lembrando que a comida portuguesa não se resume a bacalhau: qualquer peixe é sempre divinamente preparado, assim como as carnes de porco.

{Beba café} "Uma bica, se faz favor." é o código pra se conseguir uma xícara de café expresso. Depois do jantar ou do almoço, os portugueses se deslocam até uma cafeteria ou pastelaria especificamente para fechar a refeição com um cafezinho. Acompanhado de um pastel de natas (o melhor fica mesmo na Pastéis de Belém), de um pão de Deus da Padaria Portuguesa ou de uma queijada em qualquer lugar,

é também uma boa opção prum lanchinho a qualquer hora. E pra tomar um desses com Fernando Pe

ssoa, é só ir à "A Brasileira".

{Ame} O que me trouxe até essa cidade foi o amor e talvez seja por isso que eu veja tanto romance nela. Espero que, da mesma forma, você possa aproveitá-la com o amor da sua vida e sejam imensamente felizes nesses primeiros dias de casados. 

OBS: Esse post foi originalmente publicado no blog lindo da Manu, o

Colher de Chá Noivas

!