O que fizemos no verão passado

É difícil pra mim admitir, mas eu tenho que confessar: estou com saudades do verão. Do verão europeu, que fique claro! Esse inverno tem sido o mais chuvoso dos últimos 80 anos. 80 anos! E a gente aqui. Não tem como não ficar pensando naqueles dias azuis, no vento, nos sorrisos nas caras de todo mundo, nas saias e vestidos sem manga, na quantidade de gente que vem aproveitar isso tudo num dos melhores destinos europeus de verão. Pra lembrar com saudade e dar uma refrescada no povo aí do (Hell) Rio de Janeiro, alguns dos nossos passeios do verão passado:

{Passeio de moto até a Costa da Caparica} Leandro queria alugar uma moto. Eu tenho medinho de veículos com duas rodas que andam em alta velocidade, mas acreditei que poderia ser uma experiência legal. De qualquer forma, fiz cara de gatinho e pedi uma motinha vintage. Atravessamos o Tejo de ferry, conhecemos Almada e fomos rodar pela Costa da Caparica. Fotografamos praias lindas e em seguida fomos pra Lagoa de Albufeira. Que lugar sensacional! O mar faz sua entrada em uma faixa de areia formando uma lagoa, laguinhos e ilhotas. O vento estava fortíssimo e não dava nem pra contar o número de kytesurfistas que vimos por lá. No rasinho da lagoa, crianças brincando na água cristalina. Do outro lado, o mar com ondas enormes. 

{Berlengas} Desde o ano passado já pretendíamos conhecer essas ilhas que ficam perto da costa de Peniche, de onde pegamos o barco para chegarmos até o arquipélago. Digamos que a viagem de ida foi um tanto quanto emocionante. Eu cresci fazendo passeios de barco e realmente esse tipo de coisa não costuma me assustar. Nessa viagem, quando o barco parecia que iria finalmente virar, eu só pensava quanto tempo eu ia aguentar naquela água geladíssima! Chegamos sãos e salvos e muito tristes porque os metereologistas não têm bolas de cristal eficientes. A água em volta das ilhas é de um verde lindo e a gente só conseguia pensar em como tudo aquilo deve ficar maravilhoso em dias de sol. De qualquer forma, aproveitamos o tempo ali pra caminhar pela ilha e passear de bote, pra ver as grutas de perto. A viagem de volta no barco, obedecendo o sentido das ondas e do vento, foi beeeem melhor que a de ida e já deu pra pensar em planejar nossa próxima visita às ilhas.

{Lagoa de Albufeira} Voltamos na lagoa citada aí em cima um outro dia e a paisagem era completamente outra, e mesmo não sendo tão bonita quanto a que vimos no mês anterior, tal visão me fez gostar ainda mais desse lugar. Depois de um tempinho nos acostumamos com a água gelada e nos divertimos muito observando as mudanças do sentido da água e as marcas deixadas por ela na areia no final do dia.

{Cascais} Fica aqui do lado e é o principal destino de praia dos lisboetas. Uma cidade muito gostosa de passear, projetada pra que o mar seja admirado e aproveitado. Além da paisagem natural, também dispõe de uma beleza arquitetônica diferente da que encontramos em Lisboa e de bons restaurantes.

{Canoagem no Tejo} Alguns dos colegas de trabalho do Leandro programaram esse passeio e nós nos convidamos pra participar dele. Andaríamos de caiaque pelo rio na altura da região de Ribatejo, passando por uma ilha onde são criados cavalos. O dia estava quente e, apesar do lugar não ser tão bonito, foi uma experiência deliciosa "navegar no Tejo". Logo depois almoçamos sopa da pedra, que é uma sopa típica daqui, e secretos de porco preto, com os quais sonhamos até hoje. No outro dia não sentia meus braços e mesmo assim sorria.